BudapesteDestinosHungria

Banhos Termais em Budapeste – Em qual ir?

Szechenyi Spa Budapeste

Conhecida como a cidade dos banhos termais, Budapeste é repleta de piscinas com águas quentinhas saídas diretamente debaixo da terra. Essa prática foi criada pelos romanos há séculos e, posteriormente, durante o Império Turco Otomano, o costume se popularizou. Atualmente há mais de 25 banhos termais espalhados pela capital húngara.

Em qual banho termal ir?

Então, como decidir em qual ir? Pode-se dizer que desse vasto número de banhos termais pela cidade, são três os mais conhecidos. Abaixo conto como foi a minha experiência no Gellért Spa e falo um pouco sobre os outros banhos termais também.

Gellért Baths & Spa

As piscinas termais de St. Gellért ficam dentro do renomado Hotel de mesmo nome, à beira do rio Danúbio e ao lado do Castelo de Buda. É um dos mais conhecidos, porém não é o maior deles. Possui uma arquitetura em estilo art nouveau, rica em detalhes, com colunas de mármore e azulejos coloridos, que torna o espaço mais charmoso e diferenciado, ainda mais para fotos!

Hotel Gellert em Budapeste
O Hotel Gellert (Elijah G/Unsplash)

As termas funcionam o ano todo e o complexo ainda conta com sauna e spa. Oferece tratamentos com águas minerais para problemas articulares, respiratórios e vertebrais. Além de oferecer massagens variadas, das mais simples às mais rebuscadas, como por exemplo, as que utilizam pedras vulcânicas.

Sendo assim, são oito piscinas termais no total, duas externas e uma delas com ondas artificiais. Já as temperaturas da água variam entre 21ºC e 40ºC. A estrutura possui um restaurante/lanchonete, e com certeza, depois de relaxar nas águas quentinhas, um lanche será muito bem vindo. Mas atenção: os preços ali são mais elevados.

Há a possibilidade de alugar os acessórios necessários para o banho nas termas, apesar disso, uma dica é sempre levar os seus próprios pertences, bem como roupa de banho, touca, chinelo e toalha. Além do aluguel ser um custo a mais, eu pelo menos prefiro utilizar as minhas próprias roupas e chinelos. Já a touca de banho, é uma exigência em apenas uma das piscinas, a principal delas, localizada no interior do prédio.

Imagem do interior do Gellert Baths
Piscina principal de Gellért Baths
Informações gerais

Os preços variam dependendo do horário e do dia da semana – você confere essas informações no site oficial. Atenção, pois as entradas nos finais de semana são mais caras.

Há basicamente duas opções de ingressos: entrada + cabine privada para se trocar + locker ou então entrada + locker apenas. Comprei o ingresso que dava direito somente a locker/armário (que é destravado com uma pulseira que você recebe na recepção) e não senti falta de uma cabine privada. Me troquei nas cabines disponíveis entre os armários e foi tudo tranquilo.

 Szechenyi Baths Budapest

Considerado o maior complexo de banhos medicinais da Europa, o Szechenyi Baths recebe mais de um milhão de visitantes por ano! Foi inaugurado em 1913 e suas águas termais são provenientes de uma mina que fica a mais de mil metros de profundidade. Além das piscinas termais, também conta com um spa que oferece diversos tratamentos e massagens, pagos à parte.

Piscina externa do Szechenyi Baths
Piscina externa de Szechenyi Baths

O Szechenyi Baths fica dentro do Parque da Cidade e você pode chegar lá através da estação de metrô de mesmo nome. Possui 18 piscinas com águas termais, sendo três delas, externas. Ainda conta com mais de 10 saunas.

Uma vez que ele fica aberto desde cedo da manhã até tarde da noite, você pode visita-lo ao final de um dia de passeios turísticos e aproveitar para relaxar. Já aos sábados, acontece uma festa noturna, que te dá a oportunidade de conhecer o local de uma forma inusitada!

Os preços também são diferentes de acordo com horário, dia da semana e tipo de ingresso (com cabine privada ou somente locker). Uma dica, como é o banho termal mais movimentado de Budapeste, compre o seu ingresso antecipado pela internet! Afinal, costuma estar sempre lotado. É só acessar o site e conferir todas as informações.

Rudas Bath

Construído durante o Império Otomano, no século 16, é um tradicional banho turco, localizado no lado de Buda. Sua piscina mais famosa é octogonal e fica sob um domo de 10 metros de diâmetro, sustentado por oito colunas. Contudo, o Rudas Bath é o menor dos três, com apenas seis piscinas de águas termais.

Interior do Rudas Bath
O interior do Rudas Bath

Para quem quer ter uma experiência diferente, o Rudas Bath fica aberto até tarde às sextas e sábados (ele reabre às 22h e fecha às 4h), permitindo que você desfrute dos banhos medicinais madrugada a dentro. Mas é válido ressaltar que somente nos finais de semana que o banho é com o público misto. Durante a semana há dias separados para banhos femininos e masculinos. Mais informações detalhadas, você encontra no site do Rudas Bath.

Para outras dicas do que fazer em Budapeste, clique aqui!

Deixe um comentário: